Rede Reciclagem mobiliza população para apoiar criação de cooperativa de reciclagem em Maceió

 

Em busca de melhores condições de trabalho e renda, catadoras de materiais recicláveis de Maceió estão criando, na Região Lagunar da cidade, a Cooperativa de Catadoras da Lagoa Mundaú (CoopMundaú). Visando garantir a estruturação inicial da cooperativa, a iniciativa Rede Reciclagem lançou recentemente uma campanha de financiamento coletivo (https://benfeitoria.com/coopmundau) por meio da qual cidadãos e instituições podem apoiar as catadoras, até o dia 28 de fevereiro, com doações a partir de R$ 10,00.

A arquiteta e urbanista Isadora Padilha, presidente do Instituto para o Desenvolvimento das Alagoas (Ideal) — ONG responsável pela Rede Reciclagem —, explica que a estruturação e formalização da cooperativa mudará as vidas das catadoras e trará benefícios sociais e ambientais para a Região Lagunar e para a cidade. Enfatiza, no entanto, que criar uma cooperativa não é algo simples e que a ajuda da população, de instituições sociais e ambientais e do Poder Público é extremamente necessária.

“Especialmente em meio a uma pandemia, esse apoio é essencial para que elas não desistam desse sonho. Ao alcançarmos cada meta da campanha garantiremos algo fundamental para o funcionamento da CoopMundaú. A quinta e última meta é R$ 10.500,00, valor que garantirá uma plataforma de transporte, uma prensa, uma balança, reparos no local emprestado para o funcionamento da cooperativa e cestas básicas para as cooperadas.”, explica a ativista.

Para Nadjane Santos da Silva, uma das mulheres que fazem parte da CoopMundaú, a cooperativa composta majoritariamente por moradoras da Região Lagunar de Maceió está começando a se tornar realidade devido ao apoio que tem recebido de pessoas e instituições locais.

“Já estivemos a ponto de desistir, mas acredito que a cooperativa vai dar certo. Se não fossem esses apoios que recebemos acho que ela não ia dar pé, porque ainda temos muito chão. Acredito que com a ajuda de mais pessoas 2021 será um ano de realizações pra gente.”, comenta a catadora.

 

Parcerias e conquistas

Em 2020, fortalecida por uma rede de parceiros, a CoopMundaú recebeu capacitações e orientações técnicas, cestas básicas e produtos de limpeza para suas integrantes, equipamentos de proteção individual, assistência administrativa, empréstimo de espaço para funcionamento da cooperativa – pela Prefeitura de Maceió – e mais.

Além do Instituto Ideal, que apoia a CoopMundaú por meio do projeto Rede Reciclagem, são parceiros permanentes da cooperativa o Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu (CEASB), a Cooperativa dos Catadores da Vila Emater (Coopvila) e a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEAC/UFAL).

 

Vídeo da campanha

 

Por Amanda Duarte (Comunicação Rede Reciclagem)